México (1995) Koxa começa no “Big Surf”

          Com 15 anos de idade, Rodrigo Koxa começou sua paixão em buscar ondas grandes pelo mundo. Desde então, foram inúmeras viagens dedicando-se a aprimorar suas técnicas no Big surf.

Rodrigo Koxa em surfando seu primeiro swell grande fora do Brasil. México, Puerto Escondido. 1995. Foto: Mike

Rodrigo Koxa surfando seu primeiro swell grande fora do Brasil. México, Puerto Escondido. 1995. Foto: Mike

         “O primeiro swell grande que eu surfei fora do Brasil  aconteceu no ano de 1995,  em Puerto Escondido, onde  surfei altas ondas, com uma prancha  7′2. Senti uma emoção que jamais havia imaginado. Lembro que voltei para o Brasil determinado a me dedicar ao Big Surf. Desse swell em diante, eu sabia que queria me tornar um Big Rider e me realizar profissionalmente nessa profissão, aliando trabalho aos prazeres de minha alma.”  Conta Rodrigo Koxa.

Rodrigo Koxa em Puerto Escondido. 1995. Foto: Norman

Rodrigo Koxa em Puerto Escondido. 1995. Foto: Norman

        “Nessa época eu não tinha patrocínio e os meus pais que financiavam as minhas viagens. Eu realmente queria aprender a surfar ondas grandes e eles me deram o melhor presente da minha vida que foi o de acreditar em mim e de tornarem os meus sonhos em realidade. Viabilizaram viagens internacionais, a ponto de eu ter me tornado um Big Rider profissional e que em conseqüência disso, hoje conto com patrocínios de empresas sérias no ramo do surf.” Revela koxa.

Mãe e Pai de Koxa. ( Sandra e Hélio ) Casal que apoiou 100% a trejetória do Big rider.

Mãe e Pai de Koxa. ( Sandra e Hélio ) Casal que apoiou 100% a trejetória do Big rider.

        Por isso que nesta matéria que conta a história do Rodrigo Koxa, no Big Surf, e  sendo hoje, também, véspera do dia dos Pais, o BLOG do Koxa presta a sua homenagem a todos os pais do mundo e em especial ao Hélio, paizão do Koxa.

    “Pai e Mãe, amo demais vocês!!!! Obrigado por tudo o que vocês fizeram e fazem por mim.” Agradece Rodrigo.

    Rodrigo Koxa deixou de lado as competições e passou a focar  e investir os frutos do seu trabalho nas viagens a Puerto Escondido e explica:

    “Quando conheci a força e o potencial dos tubos de Puerto, logo fiquei fascinado com o local, tanto que eu ficava no mínimo 2 meses por viagem e sempre no intuito de melhorar minhas abilidades dentro do tubo. Puro prazer de ficar entubando.” Conta Koxa.

Rodrigo Koxa em Puerto Escondido/México. 1995.

Rodrigo Koxa em Puerto Escondido/México. 1995.

           “Eu não poderia falar de Puerto e não citar o meu grande amigão Paulo Castellari. Das 6 viagens que fiz a Puerto Escondido, este amigo esteve presente em 5 delas como parceiro nesse surf mexicano. Valeu Paulo!!!. Foram várias juntos. Aproveito esse momento para te desejar um ótimo dia dos Pais mandando um beijão para Ana Rosa,  sua filhona e também minha afilhada”.  Lembra Koxa.   

Koxa e Paulo no México, Puerto Escondido 1997.

Koxa e Paulo no México, Puerto Escondido 1997.

            “Nessa época a gente só queria saber de pegar tubos. Nada mais importava. Foram tempos incríveis que vivemos no México. De 1997 em diante, eu só usava pranchas bem grandes e pesadas, sempre sem lash. Era um estilo mais roots de entubar, pois essas pranchas proporcionavam boas remadas em ondas mais esticadas, porém ela ficava com uma resposta mais lenta. Com aquelas antiguidades, a vibe era surfar sem se preocupar em quebrar a prancha ao meio… Tentávamos pegar as ondas mais pesadas do dia, mesmo se fosse uma fechadeira.rsrs”. Relembra Rodrigo Koxa

Rodrigo Koxa em Puerto Escondido. 1997

Rodrigo Koxa em Puerto Escondido. 1997

Rodrigo Koxa em Puerto. 1997

Rodrigo Koxa em Puerto. 1997

Rodrigo Koxa - Puerto Escondido / México. 1997

Rodrigo Koxa - Puerto Escondido / México. 1997

    “Obrigado México… Uma grande escola em minha vida. Espero voltar logo nessa terra abençoada!!!!” Agradece Koxa.

    FELIZ  DIA  DOS  PAIS !!!!

Uma resposta em “México (1995) Koxa começa no “Big Surf”

  1. Oi filhão. Que surpresa mais agradável essa que você me proporcionou ao me homenagear pelo dia dos Pais. Você se supera e me surpreende a cada dia com as suas palavras e atitudes. Esse seu comportamento é uma prova de que mesmo em suas andanças pelo mundo afora, conhecendo outras culturas, os valores que lhe foram passados continuam voltados para o bem, dando sempre grande importância à família e as suas raízes. Continue assim, sendo uma pessoa humilde, responsável e respeitadora, principalmente nestes momentos em que o seu trabalho passou a ser reconhecido e divulgado pela mídia em geral. Como você sempre coloca a alma e o amor em tudo o que faz, o sábio Universo sempre tende a conspirar a seu favor. A sua realização profissional está intimamente ligada a sua dedicação, a sua garra e a sua determinação. Hoje, você está colhendo os frutos das sementinhas que há décadas foram plantadas. Isto se chama Semeadura. Quem semeia a verdade, colhe confiança, quem semeia o carinho, colhe gratidão, quem semeia a alegria, colhe felicidade e quem planta a vida, colhe milagres.
    Parabéns meu filhão por tudo o que você é e por tudo o que você representa para seus pais.
    Beijos do papai Hélio

    Hélio e Sandra Regina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s