PARTE 3 – NAZARÉ 2015 

Depois de tudo o que me aconteceu na temporada de 2014, em Portugal, o meu ano de 2015 se resumiu nas lembranças daquelas cenas e sentimentos de medo, contribuindo para multiplicar meu respeito pelo Canhão de Nazaré…

Tive pesadelos constantes durante meses, que me fez cogitar sobre um fascínio patológico mau resolvido por aquela onda (rs).

Matéria que relata o perrengue de 2014, na Revista Hardcore

De fato, cada palavra do Garrett sobre a importância do trabalho em equipe fazia ainda mais sentido para mim. E eu sabia que somente o treino e o contato incessante com Nazaré faria com que eu me sentisse bem novamente.

Eu sentia a necessidade de melhorar a minha segurança e para isso eu precisava contar com uma equipe animal, que incluía meu parceiro Vitor Faria. Vitor e eu já  viajamos muito juntos e já surfarmos altas ondas pelo mundo a fora.  Ter um irmão ao lado, que sempre treinei e tenho ótima sintonia, seria crucial para eu voltar a me sentir confiante.

Enfim, chegava a hora da nossa equipe ser a NOSSA EQUIPE!!

Vitor Faria e Rodrigo Koxa em janeiro do ano 2000, no HAWAII

Eu sabia que podia contar com o Serginho, porque ele pilota muito qualquer coisa com motor… Ele foi vice campeão Português  de rally, como co-piloto, e sempre pilotou moto, quadriciclo, Pajero em drifty nas ruas de terra, jet em água doce, etc… Só lhe faltava mesmo a experiência com ondas grandes, mas conhecendo a garra, determinação e talento do meu amigo, eu tinha certeza que ele mandaria muito bem. E mais, ele estava realmente determinado e focado na arena de Nazaré!

Enquanto ele postava as fotos dos seus treinos de jet e com a equipe do Garrett em Portugal, eu acompanhava tudo e vibrava muito aqui do Brasil.

Clipagem do Instagram do Serginho treinando em Nazaré…

Eu acreditava que eu, o Vitor e o Serginho formaríamos uma equipe irada composta por um surfista, um piloto principal e um segundo piloto de resgate.

E desta forma, esperando para pegar o primeiro swell de 2015, eu e o Vitor embarcamos para Portugal em outubro, onde passamos quase 2 meses com o Serginho.

Vitor Faria, Rodrigo Koxa e Sergio Cosme – Nazaré 2015

Serginho novamente nos buscou no aeroporto e fomos direto para Nazaré, em busca de um apartamento para alugar.

Nosso QG foi montado na praia de Nazaré e contava com uma vista privilegiada para o Canhão, de onde podíamos ver as séries das ondas passando pelo primeiro pico e batendo nas pedras…

Visual da nossa casa alugada. Foto:Jose Pinto

Mais uma vez  eu sentia uma energia muito forte naquele lugar e acreditava que em breve minha confiança voltaria novamente, considerando que agora eu contava com a estrutura de minha equipe.

E ainda, às vésperas do swell, mais 3 amigos, Paulo, Nuno e Rita, integraram a nossa parceria, o que viabilizou toda logística devido à dois deles obterem seu próprio jet.

Mais 2 jetskis do Paulo e do Nuno agregaram a equipe

No dia do swell, eu e o Vitor iniciamos como dupla no nosso jet. O Serginho ficou na responsa do segundo resgate com o jet do Paulo, que era o melhor equipamento. O Paulo e o Nuno ficaram com o terceiro jet no outside, esperando a vez de cada um surfar e a Rita, posicionada estrategicamente em cima do desfiladeiro, nos instruía via rádio.

Sem duvida formamos uma grande família!!!

Nossa ESTRUTURA 2015

Com o mar grande e muito perfeito, o dia estava bem agradável para testarmos a efetividade da nossa equipe.

Comecei pilotando para o Vitor, que estava prestes a surfar pela primeira vez em Nazaré, e logo de cara ele pegou 3 bombas animais.  Como excelente surfista que sempre foi, surfou todas suas ondas com bastante segurança . Para mim, era alucinante ver a emoção do meu irmãozão surfando aquelas bombas.

Vitor Faria sendo puxado por Rodrigo Koxa em Nazaré 2015

A minha missão, enquanto pilotava para o Vitor, além de não permitir que ele tomasse na cabeça, era mostrar a importância de estar acompanhando o surfista, quando este saísse de cada onda. Eu precisava ter certeza que ele havia entendido o procedimento do resgate, porque eu ainda estava com muito receio e cheio de sequelas do fatídico dia 11/12/2014.

Vitor Faria dropando uma de suas bombas em Nazaré, sendo puxado por Rodrigo Koxa

Quando perguntei ao Vitor se ele me puxaria, claro que ele se disponibilizou na hora, mas confesso que quando fui para corda, me bateu um medo e eu fiquei aflito.

Minha sensação era esquisita, pois eu sabia que poderia surfar aquelas ondas, mas ficava pensando se haveriam falhas nos meus resgates… Eu perturbei tanto o Vitor que até pedi desculpas para ele depois. Expliquei que toda minha insegurança gerou-se ali, e que, com toda sua habilidade, ele me ajudaria a reverter isso.

Ele estava tão de boa na pilotagem que foi me passando tranquilidade.

Foi alucinante quando peguei a primeira onda. Eu fiquei AMARRADÃO, mas, ao sair dela, veio o suspense… Será que o Vitor estaria lá ????

E ele estava pronto para me resgatar… Logo atrás ainda estava o Serginho também… Ufa!!! Show EQUIPE!!!

Depois peguei mais ondas e agradeci a Deus por ter o Vitor e o Sérgio tão comprometidos.

Depois do meu surfe, fui amarradão puxar o Serginho, que nunca tinha surfado aquela onda, e o Vitinho passou para segundo resgate… Estava preocupado, mas o Serginho mostrou porque estava ali… A equipe estava entrosada!!

Go SERGINHO!!!

Serginho pegando uma bomba

Serginho vinha sólido nas ondas!!! Ele estava se superando a cada swell e era nossa alegria vê-lo descendo as bombas…

Vitor também puxou o Serginho e depois foi a vez do Nuno, o nosso integrante violinista que dropou as suas ondas com violino nas mãos…

Nuno Santos o VIOLINISTA DE NAZARÉ

O salva vidas Paulão adorou estar ali, observando a cena, não surfou aquele dia, mas prometeu que logo droparia…

Paulo Marques salva vidas integrante da equipe

O resultado final deste primeiro dia foi muito legal porque surfamos altas ondas e em nenhum momento foi necessário usar o segundo resgate, embora ele estivesse lá o tempo todo… Acabamos o dia na melhor energia e eu tive as certezas de que aquele lugar era mágico, que eu eu sou muito feliz fazendo o que amo e que melhor ainda é estar ao lado dos meus amigos…

Partiu PIZZA e comemorar a missão cumprida. OBRIGADO IRMANDADE!!!!

Nada mau para começar a temporada Nazaré 2015, sabendo que muita onda ainda estava por vir….


A Praia do Norte é um beach break que não fica devendo nada para Puerto Escondido. Quando o mar estava baixando eu pude conhecer a qualidade das ondas do inside daquela praia.

Era a hora de pegar os tubos…


Mesmo com as ondas baixando a brincadeira continuava. Era só mudar as pranchas e… Salve as marolinhas de Nazaré!!!

Rodrigo Koxa acompanhando a perfeição das ondas pequenas na Praia Do Norte


Entubando na Praia Do Norte – Foto: Helio Antonio

Eu estava cada vez mais fascinado com o lugar! Nunca vi um pico variar tão rápido de 60 para 6 pés, mantendo o power e a qualidade.

Apesar de muito intenso, se dependesse de mim, não teríamos descanso. Surf todo dia…

Mas como uma máquina de big swells, uma nova previsão apareceu no forecast. Nisso chegou nosso engenheiro eletrônico Lucas Castro, vulgo Whoozeman, que criou o projeto promissor de medição de ondas, BWTS. Trata-se de um equipamento instalado nas pranchas que, através de sensores, obtêm o tamanho das ondas.


Quando Lucas chegou, estávamos com uma prancha nova que havíamos encomendado com o Hugo SPO. Esta prancha SPO é famosa, devido a um sistema de suspensão desenvolvida pelo Shaper Hugo Cartaxana junto ao Garret McNamara, e há muito tempo eu queria uma desta para mim.

Neste swell teríamos a chance de testá-la e então foi aquela correria para adaptar o módulo corretamente para não sair.


Mas meus planos eram também remar com minha gunzeira 11’3 , novinha, que mandei fazer com o Shaper AKIWAS no Brasil. Não via a hora de surfar com ela o out side de Nazaré e depois surfar de tow in, com a prancha nova SPO para testar o módulo BWTS.

Rodrigo Koxa com sua 11’3 Akiwas / SilverSurf em Nazaré

Contudo, sendo coerente com os fatos, remar nesse pico não significa pegar sua gunzeira e ir surfar… Você precisa de uma estratégia de equipe igual para surfar de tow-in.

O planejamento de segurança é a arte de prever os problemas e esse era o respeito que entendiamos ser necessário nos dias grandes em Nazaré.

Neste caso fui para o out side com o Vitor Faria como uma dupla de tow-in. Ele fez toda minha segurança com o jet e me resgatou para poder voltar para o fundo. Inclusive eu estava sem lash para facilitar subir no sled durante os resgates… FOI ANIMAL!!!!!!




Tive que ser resgatado pelo Vitor 2 vezes e agradeci bastante a parceria. Valeu a aventura!!!!

Na sequência troquei a pilotagem com o Vitor e ele foi para corda estrear prancha nova de tow. O swell já estava com mais consistência e pegou duas bombas lindas..

Vitor Faria sendo puxado por Rodrigo Koxa. Foto – Lucas Whoozeman


Repost WSL -Vitor Faria sendo puxado por Rodrigo Koxa e Serginho no segundo resgate

No final do dia, ainda surfei algumas de tow-in. A prancha SPO era ANIMAL e o módulo do Lucas deu certo!!!

Rodrigo Koxa sendo puxado por Vitor Faria e Serginho no segundo resgate. Frame – Carlos Muriongo


Rodrigo Koxa sendo puxado por Vitor e Sergio no segundo resgate

Dia seguinte o mar estava maior. Foi o tempo de tomar um breve CAFÉ DA MANHÃ e partir! EQUIPE PRONTA, GO GO GO!!!!

Eu só sentia como era incrível poder contar com uma equipe e como isso muda tudo… Obrigado FAMÍLIA!!!


Corremos para água e eu comecei surfando. Estava pirado em como essa prancha nova era boa para surfar os bumps…

Rodrigo Koxa sendo puxado por Vitor Faria


Rodrigo Koxa entrando para o XXL 2016 sendo puxado por Vitor Faria e Serginho no segundo resgate.

 

Rodrigo Koxa sendo puxado por Vitor e Sergio no segundo resgate

Rodrigo Koxa numa fechadeira em Nazare

Depois puxei o Vitor e seguimos o protocolo… Vitor estava cada vez mais a vontade, tanto pilotando como surfando…

Vitor Faria numa bomba sendo puxado por Rodrigo Koxa e Serginho no segundo resgate


Vitor Faria numa bomba branca de espuma sendo puxado por Rodrigo Koxa e Serginho no segundo resgate


Serginho na BOMBA



Serginho e Nuno também pegaram suas bombas e eu resumo essa viagem como “fazendo as pazes com Nazaré”.

Tudo ocorreu da melhor maneira possível, conforme o planejado, mas eu ainda tinha sequelas de medo…

Senti medo de ser abandonado no fundo, durante todas as minhas quedas . Todas as vezes que sai por cima de uma onda grande, fiquei apreensivo pensando se o resgate estaria mesmo ali. Não relaxei nem mesmo quando meus parceiros me seguiam pontualmente. Apesar de parecer assustador, isso foi crucial para eu perceber o quanto eu precisava trabalhar os aspectos psicológicos do trauma vivido em 2014 também.

Antes de voltarmos para o Brasil, no início de dezembro, quebrou mais um swell e meu plano foi surfar na remada novamente. Nesta queda não rendeu nada para mim, a não ser uma lesão no ombro esquerdo. Fiquei com medo de tomar a série na cabeça e subi afoitamente no jet, tirando meu ombro do lugar. Foi meu limite!

Ok, fim de viagem e hora de agradecer todos os amigos que estavam convivendo conosco.

PARTIU BRASIL!!!!!!  Obrigado IRMANDADE!!!!!

Já no Brasil, foram 3 meses tratando o ombro com muita fisioterapia com o Marquinhos no Guarujá e com uma cirurgia espiritual no Nosso Lar NENL.

Contudo, a crise econômica não me permitiu renovar o patrocínio principal de bico e agora estou em busca de um novo patrocinador para continuar meu trabalho em busca das maiores ondas do mundo…

Acredito que esta minha história com Nazaré tenha me evoluído muito como ser humano e me feito dar mais valor a vida…

Entendo que hoje temos uma equipe preparada para ondas gigantes e esse simples fato faz minha alma sorrir…

PRECISAMOS MESMO É AGORA SURFAR UM SWELL GIGANTESCO COM ESSA NOSSA EQUIPE DE IRMANDADE!!!!!!

Logo começa a temporada Nazaré 2016 e YEAHH  We Will Be BACK!!!!

Os testes com os módulos BWTS foram positivos e obtivemos algumas medições do tamanho de nossas ondas surfadas…

Rodrigo Koxa que tem 1,72cm de altura passou a obter uma escala real de 1,46cm BWTS

No entanto, voltaremos com o projeto para temporada 2016, aguardando o próximo NAZARÉ HISTÓRICO…

Quem quiser conhecer mais sobre o BWTS é só acessar http://www.gruposawaya.com/bwts

Em breve mais informações e atualizações…

#KoxaBOMB #GoBIGGER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s